Sintomas-da-síndrome-do-pânico.jpg

SÍNDROME DO PÂNICO


A síndrome ou transtorno do pânico (ansiedade paroxística episódica) é uma doença que se caracteriza pela ocorrência repentina, inesperada e de certa forma inexplicável de crises de ansiedade aguda marcadas por muito medo e desespero, associadas a sintomas físicos e emocionais aterrorizantes.
O conhecimento da causa, é a chave para o controle e muitas vezes a cura dessa que é uma das maiores queixas atuais!
Imagine-se caminhando alegremente por uma rua próxima de sua casa, quando repentinamente, ouve-se um latir violento e percebe que um cão pit bull escapou da coleira de seu dono e vem em sua direção. Você não tem para onde fugir e nem tempo para isso. Quando você se “prepara” para sofrer o ataque, o dono consegue segurar o cão pela coleira e te salva! Neste momento, você tem uma reação de adrenalina, suores profusos, palpitação, as pernas enfraquecem, tem uma sensação de desmaio e palidez cutânea. Todos os sinais e sintomas clássicos de reação de luta ou fuga: pânico
Portanto, pânico é uma reação natural do ser humano frente a um problema que pode pôr a sua vida em risco.
Como a definição de síndrome do pânico descreve, trata-se de uma reação a uma ocorrência repentina, inesperada e inexplicável. Portanto, a diferença entre pânico e síndrome do pânico, é a ocorrência inexplicável!